terça-feira, 6 de outubro de 2009

Uma epifania momentânea...

Deste os últimos três ou quatro anos,não sei ao certo,eu estive mais preocupada com a minha situação existencial,com minhas dores e angústias... Sempre reclamando,escrevendo só sobre isso,só enxergava isso...Obcecada de forma inconsciente , não vivia ,só pensando em saber a origem da depressão, o que pode me ajudar ,quais os remédios ,as terapias ....

-Merda nenhuma!Isso só piorou a situação.

Hoje veio então em minha consciência uma luz,trazida cosmicamente ,revelando que meu modo de enxergar a realidade ,estava indo contra os princípios da cura.

Tenho que viver desesperadamente,resgatar tudo aquilo que posso ainda resgatar,viver tudo aquilo que posso ainda viver...Resgatar da minha mais profunda memória,lembranças sutis de uma menina que foi esquecida e deixada no passado,parar de achar que estou doente,parar de achar que tenho depressão,que devo ser tratada através de consultas em visitas inúteis ao médico.

É mistério ,a depressão é um mistério ,é fato!Ninguém além de você mesmo ,sabe o que passa,é tu que tens que procurar a saída!Ninguém muito menos terapeutas, que na sua maioria são frios e incessíveis a seu sofrimento vão saber te ajudar,não entenderão sua vontade arrasadora de ser feliz .

A música ,as conversas calorosas com pessoas de ligação transcendental contigo ,amar,me entregar ao amor loucamente,aceitar qualquer convite que seja no mínimo interessante,sair para tomar banho de cachoeira dia de sábado,sorrir muito de tudo dos outros e da vida .É esse o remédio controlado que eu quero tomar.Causa portanto muita dependência,controlará meus dias me embriagará de êxtase,me deixando drogada de paixão pela vida!Seu único efeito colateral é a felicidade.

Um comentário:

O POETA DE MEIA-TIGELA disse...

QUADRA INSPIRADA POR ALESSANDRA

Procurei a Epifania
Por muito tempo no além.
Sem saber que ela está bem
Ao lado, no dia-a-dia.