segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pulsando e pulsando...

As estrelas ,a lua e o sol
Todo o Universo Sideral
Se apaga diante de mim...

Pois tudo o que eu faço
Tudo no que eu insiste
Tudo no que eu opino
Se mostra errôneo em mim...

E a minha saga desde então se
Corroe em meio de tamanha dor!
Sublimemente transcende
Uma força desmedida ,um furor!

Corre em meu peito então,
Um pulsar desfeito
Um sorrir estreito
Um transmutar de Amor

Pois tudo o que eu faço
Tudo o que eu insisto
Tudo o que eu opino
Se mostra errôneo em mim...


Inconsciente de meus atos
Morta sou!
E vastos atos em mim se renovam
Consolidado em uma essência
De tristes cadências...

2 comentários:

Kim Sousa disse...

A vida as vezes passa e nos mostra que estamos sempre errados em sonhar, mas quem é que liga...afinal sonhar é oq nos mantem vivos...e td oq fazemos não é tão vago assim...se fizermos com vontade...

Adoro os seus poemas...

Kim Sousa disse...

Oi, selinho pra você no meu blog...